________
________




sexta-feira, fevereiro 26

Entrevista ao DailyPrinceton 2006

Matéria sobre o Went no site da universidade que ele estudou.
Enjoy it!

Tradução by: Nina, Sandra e Josi

05 de Abril de 2006

A grande chance em 'Prison Break'
Wentworth Miller das terras de 95 para a TV

No outono passado, Wentworth Miller da turma 95 desembarcou na capa da TV Guide, duas vezes, graças ao seu papel de fuga em um novo drama da rede Fox, Prison Break. Miller interpreta Michael Scofield, que comete um crime para chegar na prisão onde seu irmão está sentado no corredor da morte, acusado falsamente de assassinato. Scofield, em seguida, tenta fgir com o irmão para fora da prisão. Absurdo? Certo! Mas Miller faz seu personagem simpático o suficiente para chocar 9 milhões de espectadores de cada semana.

Essa habilidade não estave sempre lá. Depois de atuar no teatro colegial no Brooklyn e no subúrbio de Pittsburgh, Miller atuou no correio alemão
Count Von Strack em uma produção Intime Teatral Amadeus seu primeiro ano. Mas ele se sentia ofuscado por seus colegas. "Deus, Eu era terrível", diz Miller. "De repente, uma busca que tinha me feito sentir com se fosse uma lingua estrangeira. Eu me empolguei. ele parou de atuar e cantava barítono com os Tigertones com uma saída criativa

Miller faz um engenheiro em Prison Break, mas ele lutou com a ciência na Universidade de Princeton (incluindo "Física para Poetas") e tirou um ano de folga após o segundo ano para resolver as coisas. Ele passou esse tempo em Scottsdale, Arizona, com seu tio, que trabalhava numa livraria e como assistente de escritório. Absorvendo o tédio de um trabalho do salário-mínimo e de um mundo que era "difícil e indiferente", voltou a Princeton, com renovado vigor e se formou em Inglês.

Depois da Universidade, ele foi para Hollywood e começou um trabalho "como um secretário de salário mínimo," ler roteiros e pegar café para os patrões na NBC feito para a divisão de cinema da TV. Mas ele logo percebeu, ele diz que "inconscientemente, eu fui para Los Angeles para atuar. Eu sabia que se eu não tentasse, sempre haveria o 'se eu'. Em 1998, Miller teve sua primeira chance como papel especial em Buffy the Vampire Slayer. Mas ele não esplacou até seu primeiro papel principal que ele foi escolhido para a Dinotopia minissérie da ABC em 2002, seguido por um papel de protagonista no filme The Human Stain, no qual interpretou um homem que era preto, mas parecia branco. Na realidade, Miller é uma mistura de árabes, europeus e Africano-Americana. "Não há muitos papéis escritos especificamente com a minha experiência", diz ele. "Foi algo que eu tive de ser bastante sensível como eu fazer o meu próprio caminho neste negócio."

Agora, com um papel regular e uma indicação ao Globo de Ouro de melhor ator em um drama de TV, Miller planeja continuar atuando, mas ele espera se aprofundar escrevendo e dirigindo também. "Uma das coisas mais gratificantes que estar em um programa de TV é que as pessoas estão convidando para suas casas a cada semana", diz ele. "Eles dispensam tempo para você em suas vidas ocupadas e seus horários. Esse é o maior elogio. "


Por Rodney Ho '91
Rodney Ho '91 abrange rádio e televisão para o jornal Atlanta Constitution.


Fonte:dailyprincenton

1 comentários:

Clau,  2 de março de 2010 10:48  

Tadinho, Went ralou pra caramba p/ chegar onde chegou ele merece realmente todo nosso carinho e reconhecimento, é um ótimo ator!!! Fora o fato de ser um Gato, lindo, ele é.........(fquei sem palavras) rsrsrs